Arquivar 30 de maio de 2018

Dieta para hipertensos, o que aumenta a pressão arterial?

Dieta para hipertensos, o que aumenta a pressão arterial?

  
Em uma dieta para hipertensos, somente reduzir o consumo de sal e alimentos ricos em sódio não é o suficiente. Evitar produtos industrializados e super processados é importante.
A hipertensão corresponde a um aumento da pressão existente dentro dos vasos sanguíneos. Esse aumento da pressão pode levar a pessoa a ter sérios problemas, como insuficiência real, insuficiência cardíaca, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e outras complicações. Por esses motivos é muito importante que a pessoa que sofre com hipertensão tenha uma dieta para hipertensos adequada e pensada especialmente para as suas necessidades.
 

Alimentos que os hipertensos devem evitar

 
É recomendado que os hipertensos evitem o excesso de sal para temperar as suas refeições. É possível substituir o sal por temperos naturais e, consequentemente, mais saudáveis do que os industrializados com sódio. Outras ervas presentes na natureza também são capazes de dar um aspecto saboroso para as refeições. Tais como alho, cebola, salsa, alecrim, cúrcuma, cebolinha, orégano. Uma dica é fazer um sal temperado.
 
Dieta para hipertensos, o que aumenta a pressão arterial
 
Você pode misturar ervas como alho desidratado, salsa desidratada, orégano e tomilho, acrescentar gergelim triturado e misturar com o sal. A proporção pode ser de 1 xícara de sal para 1 xícara das ervas e ½ xícara de gergelim triturado. Assim você enriquece o seu sal nutricionalmente e usa ele em menor quantidade.
Em relação à escolha do sal, opte por sais marinhos integrais. Quanto menos refinado, melhor!
Entre os produtos industrializados que são ricos em sódio e outros componentes inflamatórios, e que devem ser excluídos do grupo de alimentos para hipertensos, estão os caldos de carne ou de legumes, o macarrão instantâneo, e as carnes processadas como linguiça, salsinha e salame, bolachas industrializados, alimentos com farinhas refinadas. Prefira sempre alimentos em seu formato natural! Bebidas alcoólicas também não são interessantes nesses casos, então evite.
 

Agende sua consulta com um Nutricionista

 

    Consulta + Retorno por 550 reais

    Você também ganha um acompanhamento online de 60 dias por WhatsApp, falando diretamente com a Dra Camila e tem a bioimpedancia inclusa na consulta e no retorno!

    O que você precisa saber sobre alimentação para diabéticos

    Brócolis - Alimentação para diabéticos

    Alimentação para Diabéticos

     
    A pessoa que tem diabetes deve ter maior consciência da sua alimentação. A alimentação para diabéticos, na verdade, é uma alimentação pautada por aquilo que todos nós deveríamos comer para ter uma vida mais saudável.
    Por isso, ainda que você não seja diabético, as dicas de alimentação para diabéticos que constam neste artigo também podem ser úteis para você ter uma alimentação mais equilibrada e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida.
    Certamente, o diabetes está diretamente relacionado com um hormônio chamado insulina. Com uma alimentação inadequada, com excesso de carboidratos refinados, gorduras processadas, alimentos industrializados, bebida alcoólica, doces, açúcar e etc, consequentemente, geramos mais estresse oxidativo no nosso organismo, que pode ser um gatilho para a resistência à insulina. Afinal, o estresse e seu consequente aumento de cortisol também pode levar à uma resistência a insulina. Por isso também é importante trabalhar não só o fator alimentar mas o psicológico.
     

    Alimentos que podem ou não entrar na dieta dos diabéticos

     
    A seguir, montamos uma lista com alimentos que podem ou não ser bons para quem tem diabetes.
    Sem dúvida que com uma alimentação adequada, a pessoa com diabetes consegue controlar a glicose e do mesmo modo evita problemas com hipoglicemia e hiperglicemia.
     

    • Carboidratos

    Os carboidratos são alimentos que atuam negativamente nessa doença. Deve-se evitar os carboidratos refinados e processados e em casos graves de diabetes deve-se fazer, com acompanhamento, uma dieta mais baixa em carboidratos.
     

    • Legumes e Verduras

    Recomenda-se consumir verduras e legumes tanto no almoço quanto no jantar. É recomendado que, em pelo menos uma dessas refeições, a verdura ou o legume sejam consumidores crus. Contudo, as quantidades são sempre individuais.
     

    • Gorduras

    O diabético pode se beneficiar do consumo de gorduras boas, porque essas gorduras dão saciedade e acabam diminuindo a vontade de comer doces e carboidratos. Além disso, gorduras não impactam a insulina e o aumento da glicemia como os carboidratos. São boas opções: Azeite de oliva extra virgem, abacate, castanhas, coco, etc.
     

    Quais os alimentos que contribuem para melhora do quadro ?

     

    • Canela

     A canela é uma especiaria que pode ajudar na redução dos níveis glicêmicos. Além do mais, ela pode ser acrescentada em receitas, consumida com frutas ou na forma de chás.
     
    canela - alimentação para diabéticos
     

    • Chá verde 

    Originário da china, é uma bebida muito consumida no mundo todo. Tem ação anti-inflamatória, anticarciongênica e também age na redução da hiperinsulinemia. Estudos mostram que um dos componentes do chá verde, a epigalocatequina galato, não apenas regula os níveis de glicemia como também protege a função da célula beta, preservando a produção de insulina.
     

    • Biotina

     A Biotina é uma vitamina que pode auxiliar no controle glicêmico, em conjunto com uma dieta adequada. Ela está presente na gema de ovo, nas oleaginosas (castanhas), vegetais e em frutas em geral, sendo que a maçã tem uma boa quantidade deste nutriente.
     

    • Zinco

    O zinco é um nutriente antioxidante que pode proteger a degradação da insulina e atuar como cofator na sua utilização. As fontes alimentares são: ostras, peixes, cereais integrais, castanhas, semente de abóbora, etc.
     

    • Ômega -3 

    O ômega-3 tem um efeito anti-inflamatório e pode melhorar a sensibilidade à insulina por diversas formas. Na hora de escolher um suplemento de ômega-3 é importante sempre se atentar à qualidade dele e se certificar de que ele é livre de metais pesados. Porque muitas vezes usamos suplementos de óleo de peixe de baixa qualidade que estão contaminados com metais tóxicos como mercúrio.
     

    •  Cromo

    Por último, o mais conhecido de todos. O cromo, que é tomado geralmente no formato de picolinato de cromo. Em suma, ele aumenta a ligação da insulina ao seu receptor e pode agir amplificando seu sinal. As fontes são: brócolis, cogumelos, castanhas, levedo de cerveja, etc.
     
     

    Agende sua consulta com um Nutricionista

     

      Consulta + Retorno por 550 reais

      Você também ganha um acompanhamento online de 60 dias por WhatsApp, falando diretamente com a Dra Camila e tem a bioimpedancia inclusa na consulta e no retorno!

      Quando devo procurar um nutricionista para emagrecer?

      Quando devo procurar um nutricionista para emagrecer?

      Quando devo procurar um nutricionista para emagrecer?

       
      Você está pensando em procurar um nutricionista para emagrecer? Então podemos lhe parabenizar desde já. Isso por que essa é a melhor decisão que alguém pode tomar.
      Se você quer saber por que, continue lendo, e você conseguirá entender um pouco mais do que estamos falando. Sendo assim, vamos direto ao que interessa.
       

      A importância de um nutricionista para emagrecer com saúde

       
      Muitas vezes, o tipo dieta vista na internet não leva a um resultado, pelo menos não leva a um objetivo satisfatório e duradouro.
      O nutricionista, na verdade, saberá quanto peso é realmente necessário perder, distinguindo entre massa magra e massa gorda. Além disso, a dieta será personalizada, seguindo hábitos e gostos do paciente.
      Finalmente, você irá definir um caminho completo em que pode ser seguido passo a passo, evitando o desejo de desistir de tudo.
      O conselho de um nutricionista para emagrecer é essencial aqui, porque cada dieta deve ser personalizada e estudada caso a caso.
      De fato, cada um de nós tem seu próprio metabolismo e sua própria constituição física.
      Sendo assim, fica mais que evidente a importância de um nutricionista para emagrecer corretamente.
       

      Consequências de realizar dietas sem acompanhamento de um nutricionista

       
      Se você não realizar uma dieta com um nutricionista, além de ficar de fora dos benefícios mencionados acima, você estará mais propenso a errar, comendo alimentos que não deveria ou deixando de se nutrir da maneira adequada.
      A ideia de contar com um nutricionista para emagrecer não deve ser descartada por motivos óbvios.
       

      Mas a internet não está aqui para ajudar?

       
      Sim, de fato. Porém, a internet não foi feita especificamente para você e não te fornecerá uma dieta personalizada. O que funciona para seu amigo, pode não funcionar para você.
      Ao contrário da internet, um nutricionista vai buscar lhe ajudar da forma correta, tendo em mente você, suas necessidades, seus desejos alimentares, etc. Ou seja, aquela dieta foi feita para você. É importante que o nutricionista faça uma analise de todos os seus sinais e sintomas e correlacione isso com possíveis carências de vitaminas e minerais ou excessos. Depois disso, para constatar de forma mais precisa é essencial solicitar exames completos, inclusive de vitaminas e minerais, para ajustar individualmente o plano alimentar e a suplementação.
       
      Quando devo procurar um nutricionista para emagrecer?
       

      Por que não seguir somente uma dieta de proteínas – como a dukan por exemplo?

       
      Uma dieta que prioriza proteínas e reduz carboidratos pode ser interessante para uns e não interessante para outros. Isso deve ser avaliado individualmente.
      Além disso, dietas prontas como a dukan não levam em conta carências nutricionais individuais e podem inclusive acentuar essa falta de nutrientes.
       

      Uma dieta mais baixa em carboidrato, quando bem acompanhada e indicada ao paciente certo, tem muitos resultados positivos. Por isso não se esqueça, dietas prontas podem trazer mais prejuízos do que benefícios.
       

      Conclusão

      Contar com um nutricionista para emagrecer é o que vai lhe ajudar a alcançar o seu objetivo tendo certeza de que está no caminho certo. Não cometa o erro de tentar começar sozinho.

       

      Agende sua consulta com um Nutricionista

       

        Consulta + Retorno por 550 reais

        Você também ganha um acompanhamento online de 60 dias por WhatsApp, falando diretamente com a Dra Camila e tem a bioimpedancia inclusa na consulta e no retorno!

        Atenção com as granolas!

        É comum ver as pessoas associarem granola à alimento saudável ou à dieta.
        A verdade é que até existem granolas realmente naturais e saudáveis, com grãos de alto valor nutritivo e de qualidade. Mas a maioria NÃO é assim!
        Ler a lista de ingredientes nos rótulos é muito importante. Muitas tem uma mistura grande de açúcar com outros ingredientes baratos e sem qualidade nutricional, sem contar a adição de conservantes artificiais e gorduras ruins.

        Vocês sabiam que as frutas vermelhas são super antioxidantes?

        Todas as frutas tem propriedades importantes, mas você sabia que alguns dos fitoquímicos bem estudados pertencem a classe de frutas ajudam no inicio do desenvolvimento do câncer? O ácido elágico é um deles. Isto é, ele pode agir bloqueando a iniciação do dano ao DNA, que é o primeiro passo para o desenvolvimento de câncer.
        Você encontra este ácido nas frutas vermelhas em geral, e também em uvas e nozes. Já as proantocianidinas que são outra classe de fitoquímicos ajudam a inibiar angiogênese. E você encontra no mirtilo, no morango, na uva, na framboesa.  Também nas avelãs, na canela, no cacau, no feijão vermelho e na maçã com casca.
        Aliás, que tal fazer um iogurte vegetal com frutas vermelhas para o lanche da tarde? Além de saboroso, você terá vários nutrientes bons.

        Qual a diferença entre os produtos brasileiros e os de fora em relação aos corantes naturais?

        O que dificulta encontrar o produto ideal para você? Falta de clareza e informação no rótulo? Hoje em dia sabemos que a preferência por produtos saudáveis e com rótulos mais transparentes é uma tendência. As indústrias de alimentos estão sempre atentas para poder atender as necessidades dos consumidores. Em diversos países, a indústria já se posiciona com o objetivo de reduzir corantes artificias para oferecer produtos mais seguros e saudáveis.
        E qual a diferença entre os produtos do mercado brasileiro e do mercado internacional? Lá fora, é permitido comunicar na embalagem a ausência de corantes artificiais assim como a presença de corantes naturais. Aqui no Brasil, a legislação obriga que os rótulos de alimentos com corantes artificiais devem conter a declaração de “colorido artificialmente”, mas não permite que haja destaque para o “contém corantes naturais”.

        Pãozinho de batata doce

        Pãozinho de Batata Doce

        Receita de Pãozinho de Batata Doce

        Aprenda a fazer a receita do pão de batata doce. Não apenas possui poucos ingredientes, como também é fácil de fazer.
        Ingredientes:
        2 ovos
        2 xícaras de batata doce cozida e amassada
        2 colheres de sopa de óleo de cocô ou azeite (com óleo de coco fica bem doce)
        1 colher de sopa de chia
        2 xícaras de farinha de aveia
        1 colher de sopa de fermento

        Primeiro, bata bem os ovos; em seguida, acrescente o óleo de coco, a batata doce e por fim os demais ingredientes.
        Logo após, coloque em forminhas e depois leve pra assar em forno pré aquecido em cerca de 30-40 min.

        Conheça também  o Café da Manhã Low Carb.

        Agende sua consulta com um Nutricionista

         
        [contact-form-7 404 "Não encontrado"]

        Receita fácil de waffle

        Para fazer essa receita de waffle basta bater no Mixer 1 ovo, 1 banana, 3 quadradinhos de chocolate 70% cacau e em seguida misturar 2 colheres de sopa de farinha de aveia e 1 colher de chá de fermento químico em pó. Logo após, coloque na máquina de Waffle.
        Para a calda derreti o chocolate 70% e só!
        Super fácil e gostoso!