Bolacha salgada de arroz com linhaça

Bolacha salgada de arroz com linhaça

Bolacha salgada de arroz com linhaça

Super crocante e saudável!

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de arroz integral
  • 1/2 xícara de chá de quinoa em flocos
  • 1/2 xícara de chá de linhaça
  • sal a gosto
  • 1 colher de sobremesa de azeite
  • orégano ou alecrim a gosto
  • 1/2 xícara de chá de água

Para o preparo, bata no liquidificador ou processador todos os ingredientes menos a linhaça e o orégano/alecrim. Quando formar uma massa cremosa, acrescente a linhaça e misture. Despeje em uma forma untada grande, para formar uma camada fina com essa massa. Salpique orégano ou alecrim a agosto. Leve ao forno a 180 graus por 30 minutos, ou até a massa se soltar do fundo da forma e ficar crocante.
Conheça também a Receita Bolo de Cenoura Funcional 
 

Agende sua consulta com um Nutricionista

 

    Consulta + Retorno por 550 reais

    Você também ganha um acompanhamento online de 60 dias por WhatsApp, falando diretamente com a Dra Camila e tem a bioimpedancia inclusa na consulta e no retorno!

    Trufas funcionais de chocolate

    Essas trufinhas  surgiram a partir do recheio de uma torta. Um dia resolvi inovar e arriscar fazer neste formato. E ficou perfeito!
    Ingredientes:

    • 1/2 abacate
    • 1/2 xícara de chá de coco ralado fresco *opcional
    • 1/2 barra de chocolate 70% cacau – 50g ( de preferência adoçado com adoçantes naturais, sem açúcar)
    • 4 colheres de sopa de aveia
    • 2 colheres de sopa de cacau em pó puro

    O modo de preparo é bem simples: derreta o chocolate 70% e reserve. Bata no processador o abacate com o coco fresco e o cacau em pó até que se forme uma massa bem lisa. Acrescente o chocolate derretido e bata novamente. Acrescente a aveia e bata só mais um pouco, para ficar na consistência de mousse. Leve ao congelador por 1 hora. Retire do congelador e faça bolinhas, passe no cacau em pó puro ou no coco fresco se preferir. Leve ao congelador por mais 2 horas e sirva!

    Comer ou não comer a cada 3 horas?

    Agora a nova controvérsia é essa, devemos ou não comer a cada 3 horas?
    A resposta é depende! Nada é regra, é importante respeitar a individualidade bioquímica SEMPRE!
    Comer a cada 3 horas pode ajudar em casos de ansiedade e compulsão alimentar, muitos pacientes relatam que quando comem a cada 3 horas tem menos fome na refeição seguinte. Um outro fator é que quando comemos com uma frequência maior, a chance de atingirmos as necessidades diárias de vitaminas e minerais é bem maior, visto que só com café da manhã/almoço/jantar muitas vezes não conseguimos incluir todos os nutrientes necessários. A digestão também é melhor para a maioria das pessoas quando comem refeições pequenas. Mas o contrário também pode acontecer. Alguns se sentem bem se esperarem um intervalo maior para se alimentar.
    Para quem alega que é melhor comer só quando se tem fome, acredito que este paciente deve já estar acostumado com a alimentação saudável e deve conseguir controlar a fome nas refeições, sem exagerar por estar muito tempo em jejum.
    Um verdadeiro mito é o de que comer a cada 3 horas acelera o metabolismo! Isso não acontece!
    Na minha opinião, não há uma regra de horário! 3 em 3 é um exemplo, mas cada paciente se dá bem de uma forma. Confesso que eu mesmo não como exatamente a cada 3 horas, eu tento ouvir meu corpo e fico atenta para comer antes de ter muita fome (assim consigo controlar a ansiedade/fome na refeição).
    Além disso existem muitos estudos que falam do benefício do jejum intermitente, ajudando na perda de peso e em outros fatores. O jejum tem sim benefícios mas também não é indicado para todos. Individualidade bioquímica sempre!
     

    Pastel de forno assado – integral de verdade

    Pastel de forno assado

    Pastel de forno assado

    Para a massa eu usei 1 xícara de batata doce cozida, 3 colheres de sopa de linhaça triturada, 1 colher de sopa cheia de manteiga, 1/2 xícara de aveia, 1 xícara de farinha de arroz integral, 1 colher de café de sal, pimenta do reino a gosto e uma piada de cúrcuma.

    Modo de Preparo Pastel de Forno Assado

    É só misturar tudo, abrir a massa com um plástico filme por baixo (para fechar mais facilmente depois), rechear com a combinação de sua preferência, pincelar um pouco de ovo batido e assar por cerca de 20 minutos. Eu fiz o recheio com atum, cebola e orégano mas também poderia usar frango desfiado, caponata de berinjela, palmito refogado, etc.

    Esse pastel de forno assado é saudável e não contém glúten, leite ou derivados. Além de ser verdadeiramente integral e super fácil de preparar.

    Conheça também o Chá destoxificante de Hibisco com Casca de Laranja.
     

    Agende sua consulta com um Nutricionista

     

      Consulta + Retorno por 550 reais

      Você também ganha um acompanhamento online de 60 dias por WhatsApp, falando diretamente com a Dra Camila e tem a bioimpedancia inclusa na consulta e no retorno!

      Sopa de milho com pipoca

      Que tal fazer uma sopa diferente?
      Sopa de milho com pipoca ?
      Usei 3 xícaras de chá de milho verde cozido, cebola e alho, sal e 1 xícara de chá de leite de coco natural.
      É só bater bem o milho no liquidificador com o mínimo de água possível e coar. Depois refogar o creme de milho com alho e cebola, colocar temperos naturais a gosto e por último acrescentar o leite de coco e aquecer em fogo médio por mais alguns minutos.
      Para finalizar usei salsinha, cebolinha, pimenta picada e pipoca caseira!

      Horta em casa

      Que tal uma horta em casa?
      Essa é a minha! Compramos o suporte e os vasos, que já vem com um gancho para prender. O colocamos mantinhas que absorvem a água da planta no fundo do vaso e escolhemos as nossas mudas. Temos orégano, manjericão, arruda, pimenta malagueta, pimenta biquinho, hortelã, agrião, alface, alecrim e salsinha. É uma delícia poder pegar os temperos na hora e cozinhar com tudo fresquinho! O próximo passo é fazer uma irrigação com um kit que já compramos. Quando for instalado eu mostro aqui pra vocês!

      Pizza funcional sem glúten

      Dia 28 de maio comemorei um mês de casada com um jantar especial e mesmo assim saudável rs ?
      Fiz um pizza que foi super aprovada aqui em casa!
      Pizza funcional sem glúten
      Era pra ser um pastel de forno mas deu errado e eu adaptei pra pizza ↪ cozinha é assim mesmo, tem que tentar até dar certo e improvisar!

      Para a massa eu usei 1 xícara de batata doce cozida, 3 colheres de sopa de linhaça triturada, 1 colher de sopa cheia de manteiga, 1/2 xícara de aveia, 1/2 xícara de farinha de arroz integral, 1 colher de café de sal, pimenta do reino a gosto e uma piada de cúrcuma.
      É só misturar tudo, abrir a massa e assar por cerca de 10 minutos, depois colocar o recheio e voltar a massa ao forno até ficar crocante!

      Panqueca de banana com calda de chocolate

      Adoro usar essa receita como pré treino!
      A panqueca de banana de sempre (tem receita aqui em postagens anteriores) + calda de cacau!
      Usei para a calda 1 colher de chá de óleo de coco extra virgem + 2 colheres de chá de cacau em pó puro + 1 colher de sopa rasa de xylitol + 1 colher de sopa de água. Mistura tudo e pronto!
      O cacau e o óleo de coco ajudam a oxidar (“queimar”) gorduras durante a atividade física!

      Farofa crocante de quinoa com amendoim

      Receita de Farofa Crocante de Quinoa com Amendoim

      Receita Farofa Crocante de Quinoa com Amendoim

      Essa farofa crocante é ótima para acompanhar saladas, sopas ou até o arroz integral.
      É super saborosa e nutritiva! Dá um UP em qualquer refeição!

      Ingredientes:

      1 xícara de chá de quinoa em grãos
      1/2 xícara de chá de farelo de aveia
      1/2 xícara de chá de amendoim cru
      3 colheres de sopa de linhaça
      2 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
      4 colheres de sopa de água
      Curry, sal, pimenta do reino a gosto

      Modo de Preparo – Farofa crocante de quinoa com amendoim

      Em uma frigideira untada com azeite coloque o amendoim e mexa com frequência para não queimar, por cerca de 10 minutos. Depois acrescente os outros ingredientes menos a água. Mexa por mais 5 minutos, acrescente a água e mexa por cerca de 10 minutos ou até que a quinoa cozinhe e fique crocante.
      Conheça também a receita de Coxinha de frango com Batata Doce.
       

      Agende sua consulta com um Nutricionista

       

        Consulta + Retorno por 550 reais

        Você também ganha um acompanhamento online de 60 dias por WhatsApp, falando diretamente com a Dra Camila e tem a bioimpedancia inclusa na consulta e no retorno!


         

        Obesidade, só a restrição calórica basta?

        Muitos falham ao tentar emagrecer quando pensam: estou acima do peso, vou comer menos, cortar calorias.
        A partir daí diminuem as quantidades do que comem, trocam refeições por lanches, por café ou por alimentos “diet”,”light” e mesmo assim não conseguem emagrecer.
        Acontece que a obesidade é um processo inflamatório e não conseguimos combater uma inflamação apenas reduzindo calorias.
        Alimentos industrializados, processados, com corantes, conservantes, gordura hidrogenada e outros componentes ruins favorecem a inflamação e causam danos ao nosso intestino.
        Como a maioria das pessoas que se alimentam mal NÃO tem um intestino saudável, há um aumento da produção de citocinas INFLAMATÓRIAS. Assim, recuperar o intestino do paciente é uma estratégia para também reduzir inflamação e obesidade.
        Aumentar a oferta de alimentos ricos em vitaminas e minerais vai ajudar no funcionamento do metabolismo e na geração de energia –> lembre-se que as vitaminas e minerais são essenciais para o funcionamento do metabolismo e a perda de peso.
        Por isso uma dieta restritiva, sem qualidade nutritiva e com alimentos INDUSTRIALIZADOS não ajuda na redução da inflamação!
        Existem também alimentos altamente ANTI-INFLAMATÓRIOS que indiretamente auxiliam na perda de peso e em diversas doenças crônicas e autoimunes.
        Seguir uma dieta individualizada e de acordo com seu objetivo faz a diferença para que se alcance o resultado esperado.