Adoçantes naturais – Melhor alternativa ao adoçante artificial

Já comentei aqui sobre os adoçantes artificiais mais usados (aspartame, acessulfame k, ciclamato de sódio, sucralose, etc) nenhum deles é natural e todos tem efeitos ruins à longo prazo, além de agirem de forma negativa aumentando a compulsão alimentar. Ou seja, você usa algo sem calorias pensando que está beneficiando seu organismo, mas essas substâncias acabam te fazendo ter mais desejo por doces ou carboidratos. Uma tremenda cilada para o organismo!

Os polióis, adoçantes naturais como manitol, sorbitol e xilitol são NATURAIS e seu metabolismo não depende da insulina, tendo pouco ou nenhum efeito na glicose sanguínea.
Eles formam ácidos graxos de cadeia curta no intestino grosso e delgado, tendo também um efeito probiótico –> alimentam as bactérias boas do nosso intestino! Em excesso podem ter efeito laxativo.

Torta mousse de chocolate saudável

Ingredientes para a massa:
– 2 bananas pequenas
– 4 xícaras de chá de batata doce cozida sem casca
– 8 colheres de sopa de Xylitol (adoçante natural -> Ideal para diabéticos) OU Açúcar de coco (tem índice glicêmico mais baixo que açúcares comuns)
– 4 colheres de sopa de óleo de coco extra virgem
– 4 ovos caipiras
– 2 xícaras de farinha de coco
– 9 colheres de sopa de cacau em pó puro
– 1 pitada de canela em pó
– 1 pitada de sal
– 1/2 xícara de chá de água OU leite vegetal de sua preferência
– 1 colher de sopá cheia de fermento químico em pó
– 1 xícara de chá de nozes picadas
– 1 barra de chocolate 70% cacau sem leite
Ingredientes para a camada de mousse:
– 1 barra de chocolate 70% cacau
– 4 colheres de sopa de açúcar de coco
– 1 colher de sopa de óleo de coco extra virgem
– 1 xícara de chá de biomassa de banana verde
Modo de preparo:
Bata no processador os ovos, a batata doce, o xylitol, a banana e o óleo de coco. Em seguida, bata a farinha de coco, o cacau, e misture a canela, o sal e a água (ou leite vegetal). Por último acrescente o fermento, as nozes picadas e chocolate 70% picado. Asse por cerca de 40 minutos em forno médio pré aquecido.
Para a cobertura mousse derreta uma barra de chocolate com no mínimo  70% cacau e misture os demais ingredientes. Faça uma camada por cima da torta e leve à geladeira até que endureça. Sirva gelado.
 

Caldo de legumes caseiro

Que tal fazer seu próprio caldo de legumes?
Ontem o jantar por aqui foi risoto de camarão com limão siciliano, e lógico que o caldo de legumes pronto industrializado ? NÃO entra em casa! Eles contém muito sódio, glutamato monossódico, conservantes artificiais, dentre outras porcarias!
Vocês sabiam que os conservantes dos produtos industrializados prejudicam a nossa flora intestinal? E com uma flora desequilibrada aumentamos inflamação e diminuímos absorção de nutrientes!
?Para fazer o caldo:
Usei o que tinha na geladeira: cenoura, cebola, alho, pimentões, cebolinha e salsão! É só picar e deixar ferver depois vale guardar congelado em forminhas de gelo para ir utilizando aonde preferir!

Dieta sem glúten é dieta da moda?

Tenho visto muitas pessoas com esse questionamento, inclusive profissionais da saúde!
Existem sim indicações para a retirada do glúten da dieta além de casos celíacos. São indivíduos que possuem uma hipersensibilidade, que não é comprovada em exames, mas pode ser observada se o nutricionista fizer uma boa avaliação clínica e investigar os sintomas. Existem muitos estudos sobre os efeitos negativos do glúten e como cada organismo responde de uma forma. A orientação de retirada dessa proteína da dieta quando orientada por um nutricionista, não causa prejuízo nenhum!! Seria até muito melhor do ponto de vista nutricional, fazer um rodízio de alimentos para evitar hipersensibilidades e variar os nutrientes. E alguns alimentos substitutos da farinha de trigo são infinitamente mais nutritivos do que o esta farinha refinada, como a quinoa, o amaranto, a biomassa, farinha de banana verde, etc. É importante saber que hipersensibilidades são individuais e podem ser causadas por outras proteínas ou outros nutrientes. Alimentos como soja, leite, oleaginosas,frutas cítricas, também tem um elevado potencial alergênico, e isso deve ser investigado pelo seu nutricionista. Sintomas como gases, inchaço, distensão abdominal, dermatites, doenças auto-imunes, disbiose, doenças intestinais, doenças neurológicas, entre outras são sintomas relacionados à alergias e inflamações, fiquem atentos!!

MANTEIGA X MARGARINA: Qual é melhor?

Muita gente ainda tem dúvidas na hora de escolher e a maioria escolhe a margarina, pela ideia de que ela é mais saudável.
O fato é que a margarina é feita a partir de um óleo vegetal ( refinado, que foi obtido através de um processo QUÍMICO) que passa por um processo para se tornar uma pasta, e é adicionada de outros ingredientes ruins ( o rótulo da margarina é o primeiro na foto).
Já a manteiga ( rótulo de baixo) contém apenas creme de leite e corante natural , nada de aditivos químicos, mínimo processamento.
Agora eu pergunto, a margarina é realmente boa? Com certeza NÃO!
NÃO acreditem na história de que ela é boa para o coração, isso é puro marketing! Não tem como um produto desse ser bom!
A manteiga deve ser consumida em pequenas quantidades também, mas ganha disparada da margarina na questão nutricional.
A manteiga GHEE ( manteiga clarificada) ainda é melhor, pois não contém lactose nem caseína, além de apresentar propriedades boas e funcionais! As quantidades de consumo são individuas e dependem do objetivo da dieta!

Afinal, o ovo é bom pra saúde?

Quem ainda tem medo do ovo??
O ovo NÃO aumenta o colesterol nem faz mal pra saúde! Ele contém lecitina, uma substância que impede que o colesterol presente nesse alimento seja totalmente absorvido pelo organismo!
A gema não é um vilão e não deve ser jogada fora! Ela é riquíssima em vitaminas do complexo B, ferro e outros minerais. Tem também PROTEÍNAS! Além de ser rica em COLINA, substância importante para o desenvolvimento fetal, para a memória e o cérebro. Um ovo tem aproximadamente 22,7% da quantidade diária de colina que precisamos.
Então, nada de jogar a gema fora! Clara e gema se completam, devem ser ingeridas juntas!!

Qual a importância de uma suplementação individualizada?

O suplemento deve ser usado quando mesmo com uma alimentação equilibrada e balanceada, o indivíduo ainda apresenta carências, que são detectadas por exames específicos que analisam o estado nutricional ou por sintomas e sinais físicos.
Em situações de estresse excessivo, doença, desequilíbrios na homeostase e atividade física intensa, os suplementos também tem um importante papel!
Na foto, uma parte da minha suplementação diária, com uma fórmula polivitamínica que manipulei, específica para minhas necessidades e um fitoterápico para ajudar no aumento de massa muscular ?
Importante: Nunca utilize suplementos sem indicação nutricional, você pode estar usando a substância errada, no momento errado e em doses inadequadas. Cada suplemento deve entrar em um momento certo, de acordo com o restante da dieta e de acordo com vários outros fatores. Você pode sobrecarregar o seu organismo ou jogar dinheiro fora caso não esteja fazendo de forma correta.
Não sou a favor do uso de certos polivitaminicos prontos, e o que mais vejo são pacientes que vem com indicação dessas vitaminas. Elas não são adequadas para o SEU organismo. Você pode ter alguns nutrientes em excesso, e com a suplementação isso pode colocar sua saúde em risco, ao mesmo tempo que alguns nutrientes podem estar em falta e a quantidade proposta nessas fórmulas não irá suprir suas necessidades.

Adoçantes são mesmo bons pra saúde?

Será mesmo que usar adoçante é benéfico para a saúde??
A resposta é, depende do tipo de adoçante, mas de modo geral é sempre melhor evitar adoçar, seja com açúcar ou com adoçante!
Se for utilizar, melhor usar Stevia, taumatina ou xylitol  que são naturais!!
Os adoçantes artificiais como aspartame, sacarina, assesulfame, sucralose ativam receptores que aumentam a captação de GLICOSE, aumentam insulina e aumentam o apetite por doces e compulsão!!! Além de causar DISBIOSE, um desequilíbrio intestinal!
Recomendo retirar da dieta açúcares e adoçantes aos poucos, assim o organismo vai se acostumando e depois de um tempo perdemos o vício por doces e conseguimos reduzir os carboidratos em geral!

Contar calorias emagrece?

Quem aqui ainda se preocupa em ler a quantidade de calorias dos rótulos de alimentos?
E se eu disser que isso não é importante para perder peso com QUALIDADE?
Acontece que nosso organismo não entende “calorias”, ele não faz um cálculo matemático na hora da digestão, levando em conta quanto tem de calorias no alimento digerido. Quando ingerimos um alimento, ele é “quebrado” em moléculas menores. Nessa hora o organismo divide esse alimento em proteínas, carboidratos, vitaminas, minerais, gorduras… E cada um deles é absorvido e utilizado pelo nosso organismo de uma forma. Logo, o corpo entende NUTRIENTES e não CALORIAS. Um plano alimentar saudável leva em conta a quantidade e qualidade de NUTRIENTES, e deve se sempre individualizado.
Alimentos com mesma quantidade de calorias, podem ter quantidades diferentes de nutrientes, então nunca escolha um alimento pelas calorias, e sim pelos seus ingredientes!

Exames laboratoriais e dieta individualizada

Exames laboratoriais e dieta individualizada

Exames laboratoriais e dieta individualizada

Vocês sabiam que alguns exames laboratoriais são fundamentais para a avaliação nutricional e um plano alimentar individualizado?
Os exames refletem o estado interno do nosso organismo, como está o metabolismo, a absorção de nutrientes, entre outros fatores.
É MUITO importante um profissional que faça uma avaliação laboratorial completa e que saiba interpretar esses exames! Não basta só olhar o valor de referência e dizer se está dentro ou não, isso qualquer um sabe fazer. O ideal é associar e correlacionar esses resultados, vendo também os sinais e sintomas que esse paciente apresenta!
Um valor tido como “adequado” pra você, pode não ser o adequado para o seu colega. O ideal é que o valor do resultado esteja sempre na média, e não tendendo para o baixo ou para o alto!
Na minha prática acho extremamente importante dosar vitaminas, minerais e também metais pesados!
É raro encontrar um paciente que já tenha feito todos esses exames, mesmo estes sendo essenciais!

Os metais pesados, por exemplo podem causar sérios prejuízos a longo prazo, como doenças neurológicas e diminuição da absorção de alguns nutrientes, porém, na prática vejo muitas pessoas com alumínio sérico elevado, por exemplo, e isso requer uma conduta nutricional específica, para ajudar na destoxificação desse metal.

Deficiência de vitamina b12, zinco, ferro, cobre e outros nutrientes também é extremamente comum!

Acho importantíssimo avaliar tudo e a partir dai modificar o pano alimentar ou manipular um suplemento ESPECÍFICO com o que o seu organismo necessita! Nada de tomar complexos vitamínicos sem saber o que esta faltando realmente, ok? Porque o EXCESSO de alguns nutrientes também é comum e pode causar tantos prejuízos quanto a falta deles!

Fiquem atentos!

Agende sua consulta com um Nutricionista

 

    Consulta + Retorno por 550 reais

    Você também ganha um acompanhamento online de 60 dias por WhatsApp, falando diretamente com a Dra Camila e tem a bioimpedancia inclusa na consulta e no retorno!