Compulsão por doces

Compulsão por doces

A compulsão por doces e carboidratos é muito comum. Vou explicar um pouco dos motivos e as estratégias para ajudar nesses casos.
Açúcar e carboidratos (principalmente os refinados e de alto índice glicêmico) aumentam nossa insulina e glicemia. Frequentemente as pessoas exageram no consumo desses alimentos e isso causa picos glicêmicos e de insulina. Após esse pico, temos uma queda (hipoglicemia) e nessa hora, temos vontade de comer doces e carboidratos novamente. Esse também é um dos motivos que levam as pessoas pensarem que tem hipoglicemia por falta de açúcar, quando na verdade elas tem uma hipoglicemia por excesso de carboidratos refinados e açúcar!
O ideal nesses casos, é fazer um planejamento alimentar com menos carboidratos, isento de açúcar e com boas quantidades de proteínas e gorduras boas. Essas quantidades são sempre individuais, cada um tem uma necessidade.

Feito isso, fica claro que essa compulsão aumenta cada vez que consumimos alimentos ricos em carboidratos e açúcares, logo somente a atitude de reduzir o consumo já ajuda a controlar a compulsão. Além disso utilizar alimentos ricos em gorduras boas e que ajudam a dar saciedade, pode ser uma estratégia. Fitoterápicos específicos podem ser interessantes nesses casos também e a suplementação de nutrientes deficientes (individuais para cada organismo) pode ajudar a equilibrar a produção de neurotransmissores como a serotonina, que também atua reduzindo essa vontade excessiva por doces.
Uma dica é começar tirando açúcares, farinhas e alimentos industrializados (a maioria deles contém açúcar “escondido”). Ninguém precisa de AÇÚCAR para viver, ele não é um nutriente essencial e não tem serventia nenhuma no organismo. Comece a se acostumar com o sabor natural dos alimentos. Incluir novos hábitos é um desafio, mas é muito possível quando insistimos!
glorium

Deixe uma resposta