Protocolo Alimentar: a nutrição funcional melhora sintomas de estresse e ansiedade.

Protocolo Alimentar: a nutrição funcional melhora sintomas de estresse e ansiedade.

protocolo alimentar

O nosso estado emocional pode interferir e muito no funcionamento do nosso corpo. Estresse e ansiedade podem causar queda de cabelo, úlcera, prisão de ventre e dores musculares. Além disso, para quem deseja emagrecer em um período de estresse pode não ser nada fácil, pois é muito difícil trabalhar um corpo com organismo desequilibrado, no entanto, tudo isso depende da sensibilidade de cada um.

A melhora na alimentação pode ser uma saída para aliviar algumas dessas doenças e outros sintomas. Para isso, o recomendável é:

Evitar alimentos inflamatórios alergênicos que prejudicam o intestino e causam gases e estufamento; não exagerar no consumo da cafeína (estimulante do sistema nervoso o que aumenta o nível de stress e ansiedade), do açúcar (se transforma rápido em glicose, dando um pique energético e, no momento seguinte, causando o efeito contrário, trazendo sonolência e desânimo) e sal refinado (estresse está ligado à hipertensão, quem come muito sal retém muito líquido o que aumenta a probabilidade da doença).
 
Um protocolo nutricional, com base em alimentos e suplementação de vitaminas e minerais é indicado nesses casos, porém, cada pessoa deve ser avaliada e a partir disso ter um tratamento específico para seu caso. Corrigir a alimentação é uma ação que melhora muitos problemas que tem como raiz a correria do dia-a-dia. Uma ótima opção é optar por nutrientes que estejam envolvidos com a produção de neurotransmissores, pois vão ajudar a amenizar sintomas de estresse e ansiedade. 
 
Praticar atividade física com regularidade também ajuda a reduzir o estresse e aumentar a produção de hormônios que dão a sensação de bem-estar. Um conjunto de atividades junto com a nutrição funcional melhora qualidade de vida e ajuda na manutenção do nosso corpo. 

Camila Laranja

Deixe uma resposta