Como a nutrição pode influenciar e ajudar na síndrome do ovário policístico

Como a nutrição pode influenciar e ajudar na síndrome do ovário policístico

Influencia da alimentação na síndrome do ovário policístico.

Quando falamos em síndrome do ovários policístico, pensamos em resistência a insulina e desequilíbrio hormonal. A alimentação pode ajudar ou piorar os sintomas. Por isso nós devemos ficar atentos para o consumo de carboidratos refinados, açucares e carboidratos de alto índice glicêmicos. 
 
Essa síndrome se caracteriza pela ausência de menstruação, crescimento excessivo de pelos, acne e resistência a insulina. Uma boa alimentação, junto com medicamentos, se for recomendado, pode fazer a diferença inclusive no equilíbrio hormonal do corpo das mulheres que têm ovários policísticos. O primeiro passo é fazer um exame de sangue, para saber quais nutrientes, vitaminas e minerais precisam ser suplementados.

Os mais importantes para esse controle são:

 

  • Inositol
  • Zinco
  • Magnésio
  • Cromo

 
A nutrição funcional pode fazer toda a diferença se for feita da forma correta. Para isso é preciso ter disposição para mudar e entender tudo que o organismo precisa para funcionar melhor, e para aliviar síndromes como a de ovários policístico, deve ser recomendado por algum especialista que vai analisar seu caso e investir no melhor para sua saúde.

Camila Laranja

Deixe uma resposta