Qual a importância de ingerir alimentos orgânicos?

Qual a importância de ingerir alimentos orgânicos?

alimentos orgânicos

A cada ano as pessoas conscientizam-se e percebem o quão importante é para a saúde evitar ao máximo de usar alimentos com quantidades exorbitantes de substâncias tóxicas. Se você encaixa-se entre estas pessoas e quer entender quais alimentos devemos evitar e quais necessitamos prestar mais atenção, continue lendo este texto.
Já não é mais novidade para ninguém que os agrotóxicos são utilizados na maioria da produção e colheita dos alimentos consumidos pelos brasileiros. Porém, o que muitos esquecem é que estes produtos trazem danos à saúde do produtor, consumidor e ao meio ambiente.
Para quem ainda não sabia, desde 2009 o Brasil é o maior consumidor desses produtos, segundo o Instituto Nacional de Câncer – INCA. Isto quer dizer que a cada dia estamos mais aptos a estar “presos” nesta cadeia alimentar. Perante isso, percebe-se a importância de entendermos melhor sobre o que são os alimentos tóxicos e como podemos evitá-los.

O que são alimentos tóxicos?

Diversas pessoas sabem o que são e onde é mais comum encontrá-los. No entanto, o que ainda não é de conhecimento de todos é que estamos sempre expostos a uma carga tóxica muito grande em pequenas quantidades de alimentos diários. Por exemplo, você sabia que aquele copinho de plástico que você usa para beber café libera substâncias, que segundos estudos, são considerados maléficos à nossa saúde?
O copo de plástico quando aquecido pelo café ou chá quente, pode liberar toxinas como o Bisfenol A. Da mesma forma vai acontecer quando você for esquentar algum alimento em um pote de plástico no microondas. Ou até mesmo é comum encontrá-lo em uma garrafa de água quente que esquecemos no carro. Geralmente esta substância apresenta grandes riscos de gerar câncer e infertilidade.
Normalmente, se o alimento ficar por um longo período dentro de um recipiente de alumínio, seja uma panela ou não, tem grandes chances de ser contaminado pela carga tóxica que dela será liberada.
As maquiagens usadas diariamente pelas mulheres contém chumbos e demais toxinas que são altamente pesadas e podem ficar no nosso intestino.
Shampoos, condicionadores, desodorantes e dentre outras coisas, passam pela nossa rotina de maneira tão comum que nem sempre damos a devida atenção para as consequências que podem gerar.

Mas afinal, como podemos evitar estas toxinas no nosso organismo?

O primeiro passo é escapar das comidas industrializados e inflamatórios. Ou seja, aos poucos reduzir a proximidade com os alimentos que liberam uma carga tóxica muito grande. Além disso, o ideal também é restringir a prática de usar copos e potes de plásticos, além de, alumínios.
Mas se você estiver com uma exposição muito grande em relação a estas toxinas, o melhor é você oferecer um suporte para o organismo. Este suporte será com base em nutrientes que serão capazes de realizar a destoxificação.
Se isso não for feito, com o tempo o corpo vai acumulando cada vez mais as toxinas e trazendo efeitos colaterais indesejáveis. Por isso é importante usar alimentos que favoreçam a eliminação das toxinas alojadas em nosso organismo.
Para isso, as hortaliças brássicas ajudam nesta fase de destoxificação. Pois contém uma grande quantidade de glicosinolatos. Além disso, o suco de couve crua, as espirulinas e clorofila também podem podem contribuir nesta fase.
Consumir alimentos antioxidantes também é muito importante. Estes alimentos são aqueles não processados, como frutas, verduras, legumes e temperos. Eles contém vários compostos antioxidantes e muitos fitoquímicos que ajudam o nosso sistema antioxidante.
Ou seja, todas as vezes que estamos expostos a produtos industrializados as chances de lesar as células aumentam. Isso contribui para o envelhecimento delas. E por consequência, todos estes fatores se encaixam para desenvolver doenças. Portanto, é importante evitar os alimentos industrializados e prevenir com alimentos que ajudam nestas questões.
Depois disso, dentro das condições financeiras de cada um, o adequado é realizar uma mudança maior. Começar a consumir mais alimentos orgânicos, aqueles que são produzidos e colhidos com o mínimo de agrotóxicos possível na agricultura.

Camila Laranja

Deixe uma resposta